ABI: O valor da vírgula

29jul09

Eu gosto da língua portuguesa, é um prazer enorme escrever e ler na língua pátria, e usado com sabedoria como nesta propaganda dos  100 anos da ABI (Associação Brasileira de Imprensa), fica perfeito!

Obviamente que muita coisa em nossa língua poderia ser mais simples, mas não deixa de ser interessante o texto abaixo:

Vírgula pode ser uma pausa… ou não.
Não, espere.
Não espere.

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado..

Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

E vilões.
Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

Uma vírgula muda tudo.

ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.

Veja o filme:



3 Responses to “ABI: O valor da vírgula”

  1. ViVa a Língua Portuguesa \o/

  2. SUPLICY, SONINHA FRANCINE, MARIO SÉRGIO CORTELA, cadê vocês?O Suplicy sensibilizado com a expulsão da aluna na Uniban, vai dar uma palestra lá. A Soninha Francine, e Mário Sergio Cortela também hipotecaram solidariedade com a aluna expulsa da Uniban.
    O Suplicy senador, a Soninha combativa vereadora de SP, o Mario Sérgio Cortela é na minha opinião reserva moral do Estado de São Paulo e ex Secretário de Educação da gestão Erundina. Mário Sérgio é também filósofo, um filósofo é aquele estudioso que enxerga além do óbvio….
    Interessante que não tive nenhum apoio e nenhum pai também não, quando ocorre violência contra aluno de escola pública, e que ocorrem todos os dias.
    Só porque a Geisy virou notícia internacional ?
    Quem sabe se entres os desvalidos dos bolsões de pobreza e da periferia de São Paulo e interior, não está uma pessoa com o mesmo potencial do Lula. Quem sabe quantos futuros brilhantes a intolerância da escola expulsou por serem pobres e questionadores?
    A escola pública de São Paulo viola os direitos humanos dos alunos duas vêzes, quando chama a policia para eles, e entre eles alunos de sete anos. Violência de dois agentes do poder público professores e policiais.
    Cadê os direitos humanos ????
    Onde estão vocês, agora que seis famílias estão desesperadas por conta de violência contra seus filhos acontecendo na Emef Marechal Deodoro da Fonseca em SP?
    Onde estavam vocês quando o professor chamou o aluno de bicha, a SEE achou natural e o professor foi promovido a Coordenador Pedagõgico na E.E.Adelaide Ferraz de Oliveira?
    O aluno teve que mudar de escola tres vêzes para fugir do professor que insistia em ir atrás do aluno para persegui-lo?
    A averiguação é simples e precisa. Só ir em qualquer escola de periferia e falar com os poucos alunos que sobraram e perguntar onde estão os outros?
    Mas tem que ser na sala de aula, que na lista da escola estão todos lá, certinhos, matriculadinhos, mas frequentando, não estão mais….
    Será que para merecer a defesa e ser sujeito de direitos, o aluno tem que ser mulher, loira e com uma beleza exuberante, de preferência quando o caso estiver bombando na mídia?
    SUPLICY, SONINHA FRANCINE E MÁRIO SÉRGIO CORTELA, cadê vocês


  1. 1 , « Diferente não é ser novo. É ser dIfErEnTe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: