Rio de Janeiro suspende a venda de palmito em conserva e azeite de oliva de duas empresas.

11ago08

Fico imaginando aquilo que as secretarias, os órgãos não conseguem detectar por falta de gente, infra-estrutura, e como deve ter coisa errada neste mundo…

Leia reportagem na íntegra do jornal JB Online:

A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro determinou, como medida de interesse sanitário, a suspensão da fabricação, distribuição, comercialização, venda e uso de todos os lotes do palmito em conserva (embalagens 120g, 530g e 3,1 kg) da marca Frade, fabricado pelo estabelecimento Pico do Frade Agropecuária Ltda., de Angra dos Reis.

A empresa deverá recolher todos os produtos distribuídos e apresentar mapa de distribuição e recolhimento à Coordenação de Vigilância Sanitária no prazo de 15 dias. A empresa foi parcialmente interditada por não possuir responsável técnico capacitado em boas práticas de fabricação e análise de perigos e pontos críticos de controle.

A secretaria determinou também a apreensão e inutilização do Azeite de Oliva – Extra Virgem – Tradicional, da marca Vila Real, fabricado por Angel Indústria, Exportação e Importação De Produtos Vegetais, da Bahia.

O Laboratório Central Noel Nutels analisou os lotes A-A-037, com data de fabricação de 6 de setembro do ano passado, A-A-019 e A-A-006, fabricados em 25 de agosto de 2007 e válidos até 24 de agosto de 2010, por apresentarem resultados insatisfatórios quanto aos ensaios de Índice de Refração a 20°C e Índice de Iodo (WIJS).

As resoluções, que determinam o recolhimento dos produtos, foram publicadas no Diário Oficial do Estado, nesta segunda-feira, 11.08.

Via JB Online

Anúncios


13 Responses to “Rio de Janeiro suspende a venda de palmito em conserva e azeite de oliva de duas empresas.”

  1. 1 maria

    fico com medo de ingerir o azeite extra virgem vila real
    mas por favor quero saber se agora está tudo ok
    porque comprei e nao sabias de tais acontecimento só agora navegando e
    procurando sobre o produto que li o que aconteceu

  2. Olá Maria,

    sugiro que você entre em contato com a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro para se informar sobre o ocorrido, se está tudo Ok no momento e se o lote do produto que você comprou não seja da mesma época.

    Abraços

  3. Olá sou tec. em controle de qualidade de alimentos de um empresa de palmitos. Somos registrados na ANVISA/MS E IBAMA e o controle com a segurança alimentar é rígido. Acho um absurdo alguem se prorpor a fornecer alimentos sem garantir a seguraça do mesmo. Parabens pela postagem do assunto precisamos tornar este fatos conhecidos de todos nos consumidores.

    Abraços
    Joelson E. Gomes
    Tec. em Controle de Qualidade em alimentos

  4. 4 Pedro Braz

    Basta que provem um pouco desse azeite Vila Real PURO… Duvido até que tenha uma azeitona sequer na sua fabricação…

  5. 5 Tatiane Tornelli

    Quero deixar aqui registrado, por favor não comprem o AZEITE VILA REAL, é óleo puro, não tem nada de azeite, fiquei indignada,comprei o produto piis estava com vontade de comer uma salada gostosa, com um azeite mas quando abri e coloquei sobre oa salada me decepcionei, tinha cheiro w gosto de óleo… horrivel no mesmo dia tive que voltar ao mercado e comprar outro ´claro de outra marca, e ainda paaseo constrangimento, pois fui querer trocar o produto e ainda tive q ouvir mas vc abriu não podemos trocar sera que não perceberam a graviddade da situação, na embalagem vem dizendo ” azeite de oliva ” mas em nada se parace nem de longe com azeite, nunca mais eu compro nada desse marca, agora estou usando como se fosse óleo.
    Por favor se estiver lendo e poder tomar alguma providencia,estou me sentindo impotente.

  6. 6 Rodrigo Neves

    Esse comentários são pura bobagem, porque eu sou consumidor do Azeite Vila Real e nada disso que tá sendo comentado é verdade. O Azeite Vila Real pode não ser o melhor azeite do Brasil, mas tá entre os melhores.

  7. 7 Luiz

    Se a vigilancia retirou do mercado algo de muito errado tem nesse azeite. Em dezembro eu comprei uma lata e tinha gosto de azeite no OPA em Mage rio de janeiro e agora em fevereiro comprei uma outra lata que é Óleo puro.
    Fico me perguntando que porcaria eles colocaram nessa lata, será que não esta nos fazendo mal? E eu tambem entendo bem de azeite Sr. Rodrigo

  8. 8 João Antônio

    Esse produto deve ser uma fraude. Comprei esse azeite em duas ocasiões, apenas na segunda compra percerbi que o sabor era horrível, então senti o cheiro de óleo de soja, isso mesmo, óleo de soja. fui até a rede de Supermercados G. Barbosa, que tem lojas nos estados de Sergipe e Bahia, onde havia feito a compra e reclamei ao gerente, que prontamente fez a devolução, mesmo não concordando com minhas razões para a troca.

  9. 9 Luiz

    Com certeza teve um lote que tinha problema, mas a empresa já resolveu o problema.
    Eu fiz a reclamação direta com eles, e fui muito bem atendido.
    Essa é eu acho que é uma questão de sabotagem.

  10. 10 João Antônio

    Meu caro Luiz, do jeito que você está defendendo fica evidente, que: por trás dos seu comentários, sinto que deve ser parte interressada. Posso cometer erros, mas depois de colocar esse comentário, voltei a comprar outra garrafa e para aumentar minha minha convicção, era óleo de soja.

  11. 11 João Manoel Anderson

    Fui a um mercado atacadista na grande Florianópolis-SC e adquiri um frasco com 500 ml de azeite de oliva extra virgem da marca Vila Real do lote 090057 e percebi que não tem nenhuma acidez e ainda mais tem o mesmo gosto do óleo de soja, sinto esta diferença porque tomo diariamente tres colheres de azeite antes de cada refeição, agradeço se alguem me informar pelo e-mail 1590anderson@gmail.com o que devo fazer com os meus direitos de consumidor.

  12. 12 Antonio

    Sou apreciador de azeite de oliva e posso sentir o gosto orrível do óleo de soja até embaixo d´água! Comprei esse tal de Vila Real fabricado na Bahia, na Estrada do Coco em Vila de Abrantes, distrito de Camaçari-BA (Cito a fonte, pois podem haver lotes bons fabricados em outro local). É puro óleo de soja, com, talvez 10 por cento de azeite. É inconcebível que não hajam órgãos públicos fiscalizando isso! Ou será que os fiscais recebem propina? Pensei em comprar uma briga, mas moro perto deles e podem ser mafiosos (Sim, porque quem falsifica…). Mas, pelo menos existe a internet!

  13. 13 Antonio

    Desculpem, “horrível” com “h”. Falha de digitação!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: