Escultura cinética da BMW por ART+COM.

11jul08

Hoje em dia, o que é necessário agregar a uma marca? O que é necessário para uma marca estar na mente e nos corações da pessoas? Como criar algo, hoje em dia, em meio a toneladas de informações? Como uma marca pode criar sensações em meio a tantas percepções, sentidos, aguçados o tempo todo?

Uma pista?

A marca de carros alemã BMW vem dando mostras de que uma montadora de veículos pode sim, ir além do usual e, acima de tudo, mostrar caminhos, tendências do que o branding bem feito pode fazer para a saúde e o bolso de uma empresa.

Não faz muito tempo eles “vestiram” um carro da marca e agora, esta beleza de vídeo instalação-arte. Veja matéria da Wired aqui.

Uma parte das 125 exibições acondicionados no interior do recém-restaurado BMW Welt, em Munique, Alemanha, é a escultura cinética da ART+ COM, de Berlin. Este projeto utiliza-se de 714 bolas metálicas que individualmente são suspensas por cordas pouco visíveis, criando uma massa de imponderabilidade. Cada bola abaixa, retrai, independente permitindo aproximar-se de qualquer forma, inclusive de um carro.

Na festa dos 90 anos de história da BMW, a instalação de movimentos através de um ciclo do clássico ao contemporâneo, BMW cria estilos.

Via Neublack

Anúncios


2 Responses to “Escultura cinética da BMW por ART+COM.”

  1. 1 schleyden

    Ola Adorei foi de suma importância para as minha aulas , muito obrigada de um mêro professor de Física

  2. Olá Schleyden,

    fico feliz que o artigo tenha foi bem aproveitado em suas aulas!

    Abraços


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: