Philips: The Simplicity Event em São Paulo.

19abr08

De olho no interesse do consumidor por saúde e bem-estar, a Philips traz neste mês ao Brasil protótipos de eletrodomésticos voltados aos cuidados com o corpo. Os gadgets futuristas vão compor a mostra “The Simplicity Event”.

O diretor-criativo da Philips, o designer italiano Stefano Marzano, 58, falou sobre as novas relações que a multinacional espera criar entre a tecnologia e os consumidores.

A maioria das inovações do “The Simplicity Event” são relacionadas à saúde. Por quê?

A saúde é um dos desafios do mundo atual. Há uma preocupação com o bem-estar, a prevenção, até porque isso é um desafio para a economia dos países, com o envelhecimento da população.

A simplicidade é o mote do evento, mas muitos se habituaram a aparelhos cheios de botões e complicações. Como voltar a lidar com um design mais “natural”?

Temos de enfrentar o fato de que a vida está mais complexa e de que as pessoas esperam produtos mais sofisticados, com melhor performance e mais funções. Simplificar é abandonar a maneira como nos relacionávamos com os aparelhos, transformando-a em interação intuitiva, natural.

Uma afirmação da campanha pela simplicidade diz que a casa do futuro se parecerá mais com a de antigamente. Não há um longo caminho que as separam?

A tecnologia vai ser predominante, mas não na forma de caixas cinzas, como é hoje. Processos como a miniaturização vão levar a uma nova fase de integração esteticamente coerente com objetos com os quais já temos uma relação consistente. São objetos simples do cotidiano, que combinam relação emocional e funcional. Um vaso de flores pode exibir as memórias das suas últimas férias, como um CD-Rom faz hoje no computador. Esses objetos conhecidos poderão servir como ícones para navegar pelo espaço da casa.

Como é possível falar em simplicidade quando o que uma indústria faz é criar novas necessidades para o consumidor? Não é uma contradição?

Simplicidade é você se concentrar no que é relevante. É entender a vida do consumidor e criar a partir dele, para melhorar a qualidade de vida. A simplicidade tem três princípios: criar a partir da vida das pessoas, oferecer facilidade de acesso e uso e avançar tecnologicamente.

Como o consumidor pode reconhecer um aparelho que melhora sua qualidade de vida?

Ele deve reconhecer aquele objeto como um avanço. Nós formulamos as propostas ao consumidor com base em pesquisas e o mercado nos diz se temos sucesso ou não em cada uma. A escolha, é claro, está nas mãos dos consumidores. O que fazemos é criar um diálogo com eles, por meio de comunicação transparente, o mais autêntica possível.

O que você quer atingir com esse evento?

Nós queremos entender se as nossas criações são o tipo de futuro que as pessoas desejam.

The Simplicity Event, embaixo da ponte estaiada Octavio Frias de Oliveira, na Marginal Pinheiros, em São Paulo, de 21 a 26 de abril (fechado ao público)

The Simplicity Event London 2006

Via Vitrine da Folha de São Paulo

Anúncios


9 Responses to “Philips: The Simplicity Event em São Paulo.”

  1. 1 Sérgio Scalhogne

    Prezados;
    Gostaria de saber pq o evento é fechado ao público.
    Se não é o público, que exprimirá suas necessidades, quem é o “consumidor” desse evento?

    abraços,

    SC

  2. Olá Sérgio,

    fiquei com esta pergunta também…

    será que é somente para convidados? Se for isso, uma estupidez…

    Abs

  3. 3 Sérgio Scalhogne

    Caro Andrey;
    Penso então que se é só para convidados, já começou mal essa primeira edição no Brasil.
    Infelizmente tudo é pensado para a elite, que é quem pode consumir esses produtos e quem na verdade dita as necessidades de consumo (entenda-se O CONCEITO DE FELICIDADE) pro bando de ovelhas.
    Aliás, o presidente da Philips não é aquele que declarou que se o estado do Piauí sumisse do mapa não faria falta ao Brasil? PAUSA. (acabei de pesquisar e FOI !).
    ai, ai, ai…então eu já imagino o público: a elite dos designers de produto, artistas gráficos; arquitetos famosos; bam-bam-bans de computação, tecnologia, telecomunicação….
    Mas eu me vingo: Cá com meus botões: se a tônica do evento é simplificar, tornar a vida mais fácil e atraente (do ponto de vista estético), também lá estarão as loiras da Daslu e seus respectivos cachorrinhos; e claro que não deverão faltar os queridos do “CANSEI” e outros. Só aí já lotou.
    Pois é, bró; pro povo só pão(zim); nem circo tem mais…rs…
    abração
    SC

  4. 4 Fabio Mack

    o comentário do Sérgio foi o melhor, há muito tempo procuro evitar a compra de produtos da Philips e estou sendo bem sucedido, acredito que pessoas que pensam realizam o mesmo.

    Sony, Panasonic, Toshiba e Samsung tem produtos de alta qualidade

  5. Olá Sérgio e Fábio,

    sempre procuro notícias de empresas para colocar aqui no blog e sinceramente, acho interessante a proposta da empresa, mas como você mesmo citou Sérgio, idéia boa colocada de maneira totalmente errada!

    Também concordo com vocês e vamos ver se a empresa monitora o ambiente da internet para poder verificar a importância de depoimentos de consumidores como vocês dois que “fogem” da marca philips.

    E quem não monitora o ambiente internet e tampouco uma opinião que não deve estar restrito a vocês dois, não adianta marketing da “simplicity” que vai dar jeito muito menos a Ivete Sangalo para promover os produtos philips.

    Obrigado pela contribuição de vocês.

    Abs

  6. 6 Marcelo Costa

    Olá Andrey
    Tudo bem, estava passando de relance e resolvir ler, a relevante matéria, que ficou muito interessante, mas o principal intuito da Philips, foi mostrar aos Empresarios Brasileiros que realmente está afim de investir no Brasil como, fazer isto mostrando toda tecnologia que todo ano são criadas pela Philips, que muitos não conhecem e ainda lembra da Philips pelas Crt, não ver a importancia que ela é para tecnologia, pois ela é uma empresa que desenvolver tecnologia, a Philips por vários anos era lider de mercado em todos continentes estavam acomodados quando vieram as coreanas e ultrapassou, ai a Philips acordou e viu que era uma marca evelhecida e mudou, muito hoje, ela conta com mais de 2,1 milhões de fúncionario distribuido pela, Holanda, Alemanha, Belgica, inglaterra, Estado Unidos e México, então após isto ela resolvel inovar, toda linha de produtos, hoje podemos encontrar produtos com alta tecnologia, economia de energia, uma empresa focada em simplicidade, vai lança no Brasil uma linha de Tv que vai revolucionar o mercado Brasileiro, não só pelo Designer inovador, mas pelo seu contraste e uns dos menores tempo de resposta do mercado, e a mais bela de todas a Tv Aurea vale a pena entra no site e ver o video dessa tv, diga para vocês que dizem não comprar mais Philips, vocês estão perdendo e muito, saber porque a Philips foca em qualidade e durabilidade, não tenha medo pois hoje a Philips poder atender todas as suas necessidades com economia a linha atual de Tv Black Diamond oferecer economia de Energia e Proteção são as únicas tv com dupla proteção no Lcd, meus caros, eles estão trabalhando sem dúvida nenhuma nesse evento para lhe propocionar conforto, e realizar sonhos pois lidamos com sonhos, e para realizar sonhos e se completar, e fazer pessoas felizes, sem dúvida nenhuma que comprar Philips agora, se completar, por tudo. Muito Obrigado.

    Sem mais momentos

    Marcelo S. Costa Philips sense and Simplicity

  7. Olá Marcelo,

    obrigado pea explanação do que foi, é atualmente, e onde pretende chergar a Philips. Desde pequeno cresci com esta marca ao meu redor. Concordo com o que você pontuou, a marca realmente cochilou em relação a concorrência. Típico de empresas grandes, burocráticas e lentas em relação à dinâmica de mercado.

    Trabalho com marketing e venho percebendo as mudanças promovidas pela marca mãe philips, inclusive em áreas da saúde por exemplo.

    Felizmente ela acordou e, principalmente, o simples fato em estar monitorando a internet é um grande avanço. Agora, mudar a percepção dos consumidores leva um baita tempo, e um bom começo é pelo trade mesmo.

    Abs

  8. 8 Luis Fernando

    Muito boa a explanação do Marcelo Souza sobre o posicionamento da empresa, realmente uma das líderes do mercado e inevitavelmente conectada à questão ambiental (ainda que eu nunca tenha visto uma campanha eficaz da empresa sobre meio-ambiente).

    Mas o fato do evento ser fechado ao público realmente transpira pouca atenção a um gigantesco público, formado por seus consumidores. Como não mostrar tudo isso a ele, em primeira mão?

    Mas conhecendo bem os organizadores parece-me natural que este evento esteja sendo usado para relacionamentos comerciais. Simplesmente isso. E nada anormal, diga-se, não fosse o evento realizado em espaço público.

    E como torço pelo sucesso de todo e qualquer evento de relevância (e que gire a economia paulistana), vão aqui meus votos de sucesso !!!

    Muita luz para todos nós!

  9. Olá Luis,

    obrigado pela contribuição ao post. Acho que a empresa está correta mesmo em apoiar um evento voltado ao trade, mas bem que a empresa poderia apos um período de dois a três dias, ou o suficiente para este trabalho liberar ao público.

    Como o Marcelo disse, a empresa tem muitos produtos inovadores para mostrar e nada como um evento tão legal como este para divulgar. Mais publicidade gratuita na mídia que isso poderia reverter para empresa impossível…

    enfim muitos não gostaram desta atitude da empresa.

    Abs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: