Operação Titanic: O caso da empresa TAG e o paraíso fiscal do estado de Rondônia.

13abr08

Empresas de importação e exportação movimentam milhões, beneficiadas com isenções de impostos, com sede minúsculas e de fachada em Porto Velho (RO), como é o caso da TAG, em um prédio comercial. A empresa importava carros de luxo como Ferrari, Lamborghini, Jaguar etc.

Isenções para beneficiar quem pode ter um carrão de luxo importado? Uma vergonha.

A Polícia Federal chegou à TAG ao investigar a compra de um iate do narcotraficante Juan Carlos Abadía pelo dono da empresa, Adriano Scopel. (O mundo do crime e suas conexões).

Documento obtido pelo blog de Cláudio Humberto na Secretaria da Fazenda de Rondônia lista treze empresas, incluindo a TAG, no esquema do ICMS camarada.

Rondônia virou um “paraíso fiscal”, ao distribuir “crédito presumido” e o incrível desconto de 85% do ICMS a empresa. Veja lista completa neste link.

Era o caso da TAG Imp. e Exportação de Veículos, de Vitória (ES), que importava carros de luxo e cujo dono está entre os 23 presos da Operação Titanic, da Polícia Federal. Também foram presos Ivo Júnior e Alessandro, filho e sobrinho de Ivo Cassol, governador de Rondônia.

Agora entendo um dos motivos que muitos governadores almejam acabar com a farra das isenções fiscais praticadas por muitos estados brasileiros.

Isto é a ponta de um iceberg? Mais um escândalo para colaborar com a sensação de impunidade neste País?

Anúncios


No Responses Yet to “Operação Titanic: O caso da empresa TAG e o paraíso fiscal do estado de Rondônia.”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: