A oferta do Grupo Ultra/Ipiranga pela Texaco/Chevron no Brasil pode ser de 1,6 bilhões de dólares.

10abr08

Leia alguns links sobre a venda da Texaco para o Grupo Ultra no final do post. Notícias selecionadas na mídia na data da compra, 14.08.2008.

Conforme foi antecipado aqui no blog, a Texaco do Grupo Chevron deverá será mesmo do Grupo Ultra. A transação pode chegar a 1,6 bilhões de dólares em matéria de Pedro Soares do jornal Folha de São Paulo na data de hoje, foi de R$ 1,16 bilhões.

A única operação que será mantida pela Chevron será a de lubrificantes, onde é vice-líder, ficando atrás somente da Petrobras.

Segundo dados do setor, a Texaco detinha cerca de 9% do mercado de distribuição de combustíveis (mercado que movimentou R$ 135 bilhões no ano passado).

Com a transação a Ipiranga ficará com 22% do mercado assumindo a vice-liderança com folga.

A reportagem também cita que a fusão entre as duas empresas proporcionará ao Grupo Ultra um excelente negócio.

A Texaco tem uma base de distribuição e postos no Norte, no Nordeste e no Centro-Oeste com um ótimo relacionamento com os revendedores. Na compra da Ipiranga, os ativos nessas regiões ficaram com a Petrobras.

Trata-se de um casamento perfeito, avaliam executivos do setor. Metade das vendas da Ipiranga no Norte, no Nordeste e no Centro-Oeste são feitos sem contrato algum.

O grupo Ultra poderá correr atrás desses clientes, pois passará a ter bases de distribuição nesses locais após a nova aquisição. Com a Ipiranga, o Grupo Ultra manteve todo seu corpo gerencial, talvez já prevendo novas aquisições, e mais o corpo gerencial da Texaco a empresa poderá tentar ocupar os espaços com uma força descomunal perante a concorrência.

Via Folha de São Paulo

Conforme foi noticiado aqui no blog Estratégia Empresarial com quase 5 meses de antecedência, 26.03.2008, o grupo Ultra comprou mesmo a rede de postos da Texaco.

Veja algumas matérias na data de hoje, 14.08.2008:

Ultrapar compra ativos da Texaco no Brasil por R$1,16 bi.

Postos Texaco já iniciam mudança para Ipiranga com concretização de venda.

Rentabilidade da Texaco deve ser a mesma da Ipiranga, estima Ultra.

Com Texaco, Grupo Ultra encosta na BR Distribuidora no Sul e Sudeste.

Texaco saiu mais caro do que Esso.

Leia mais sobre mercado de distribuição de combustíveis:

Mercado de combustíveis: Grupo Ultra compra Texaco e BR Distribuidora fica com os ativos da Esso.

Anúncios


One Response to “A oferta do Grupo Ultra/Ipiranga pela Texaco/Chevron no Brasil pode ser de 1,6 bilhões de dólares.”


  1. 1 O crescimento da Texaco e os rumores da venda dos ativos no Brasil. « Estratégia Empresarial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: