Preço da gasolina nas últimas três décadas.

13mar08

bombadegasolina.gif

Um americano chamado Stuart montou um gráfico com os preços da gasolina dos últimos 29 anos! É uma tabela feita através do consumo do próprio nestes anos todos.

Interessante notar no gráfico a evolução das três linhas. Uma delas é o preço pago por ele e uma outra o preço médio da cidade. Estas tiveram pouca variação.

Na outra verificamos a evolução da inflação no período. Obviamente que a inflação ficou bem abaixo, principalmente, nos últimos anos. Ele usou como parâmetro a inflação de abril de 1979, assim como o dólar do período.

Parece até terras brasilis…

As compras ocorreram no Texas e Houston.

Clique na figura para ampliar a imagem:
gasprice1.png

Abaixo veja a composição das taxas no preço da gasolina no período de março de 2007. Mercado americano.

gas_pump_chart1.gif

Esta outra é referente a maio de 2007.

gaspump05-2007_206966_71.jpg

Agora, uma tabela comparativa da Petrobras do ano de 2007.

Clique na imagem para ampliar:
graf_gasolina1.gif

Por esta tabela até que o nosso “leão” é bem inferior a vários outros países.

Mas, segundo o Sindicato do Comercio varejista do Estado de São Paulo (Sincopetro), nada menos do que 57,13% do preço da gasolina é apenas imposto.

Assim, num posto que vende o litro por R$ 2,50, R$ 1,43 vai para os cofres públicos.

O Peso dos tributos
Quanto o brasileiro paga de impostos e contribuições em cada litro de gasolina comprado em São Paulo:

De R$ 2,103 pagos por litro

10,2% – PIS / Cofins
· 10.7% – CIDE
· 12.8% – Margem de lucro e custos das empresas
· 27,1% – ICMS
· 39,2% – Preço do produto

Fonte: O Estado de S.Paulo

Uma coisa é certa, se os tributos fossem menores a “indústria da adulteração”, seria inexistente em nosso País.

About these ads


7 Responses to “Preço da gasolina nas últimas três décadas.”

  1. Boa noite,

    Em Portugal enfrentamos um problema semelhante, com os impostos quero dizer, a questão da adulteração ainda não é um factor significativo no mercado.
    Parabéns pelo blog.
    Atentamente.

  2. Olá Pedro,

    em 1974 um economista chamado Edmar Bracha cunhou um termo denominado BELÍNDIA. Para ele esse foi o termo para definir a má distribuição de renda em nosso País.

    Para ele o Brasil seria uma mistura entre uma pequena e rica Bélgica e uma imensa e pobre Índia. Passados mais de 30 anos, fato ainda realidade!

    Esse mesmo economista viria a ser o idealizador do Plano Real, nos idos de 1994.

    Nos últimos anos a má distribuição de renda melhorou nas camadas mais baixas de nossa sociedade e vem corroendo a classe média.

    E as empresas? Vivemos ainda na chamada BELÍNDIA, com o agravante da excessiva carga tributária brasileira que corroi qualquer ânimo empresarial mais desavisado.

    No caso dos combustíveis, temos empresas sérias, que pagam seus impostos e registram seus funcionários conforme está previsto nas leis, mas para muitos e mais fácil ir por outro lado.

    Alguns anos atrás, tínhamos perto de 250 distribuidoras de combustíveis no Brasil. Hoje temos mais ou menos 80 e a situação tem melhorado, mas ainda é nebuloso quanto ao álcool, imagina no biodiesel como será??!! E está sendo…

    No caso da distribuição temos também a chamada gestão do negócio que algumas multinacionais tem dificuldades em entender e praticar, caso da Shel e da Esso que estão prestes a desfazer de seus ativos na área, concentrando-se na exploração de petróleo no País.

    Abraços

  3. 3 Doni K

    realmente e inaceitavel que para quem trabalha tenha que dividir meros 12.8% enquanto vagabundos sem trabalho algum roube 48%. nesse caso todas empresas no brasil tem como socio (marjoritario, ja que a fatia e bem maior) o governo, e ainda por cima some com o dinheiro, pois nao investe nem 0.00000000000000001% na empresa. pensemmmmmmmmmmmm

  4. Olá Doni,

    realmente é inacreditável mesmo, mas quanto a isso é mais fácil subir do que diminuir…

    Abraços

  5. 5 Fátima

    Os dois impostos federais somados ainda são menores que o único imposto estadual!!!! Ea federação é muito maior que o estado de sp.

  6. Pessoal, o governo somos nós… Impostos são necessários para manutenção dos bens e serviços públicos que são de todos e para todos. O grande mal está na corrupção, nos altos ganhos e mordomias, na falta de transparência dos atos públicos, e principalmente na impunidade… Acesse http://www.porumasociedadejusta.org e saiba mais

  7. 7 Vilmar machado

    Interessante mesmo seria fazer uma pesquisa em referencia a propaganda da petrobras que em 1966, 1970,1974.1978,2002,2006,2008,2012 e 2014, a mesma faz uma elolução da prosperidade do petroleo no Brasil,,e esquece que a gente não era autosuficiente e o preço dos combustiveis eram mais baratos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 65 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: